Tag: saude bucal

A importância dos idosos em cuidar da higiene oral

Os idosos, mais do que nunca, estão muito saudáveis no geral. Eles praticam exercícios físicos nas academias ao ar livre, caminham, se preocupam com sua saúde e alimentação desde mais jovens para poderem viver mais tempo. 

Foi-se o tempo em que víamos aqueles velhinhos frágeis de 60, 70 anos, sentados na cadeira sem fazer absolutamente nada. Hoje eles estão tão antenados que sabem mexer mais que os jovens nos celulares e também tiram as famosas selfies para postar nas redes sociais. E para se sair bem nessas fotos os idosos precisam cuidar da higiene oral.

Você deve saber que um sorriso bonito é muito mais que pura estética, é saúde. Ele também melhora a autoestima e os idosos precisam muito disso. Não é porque ele passou de certa idade, de certos objetivos da vida, que ele precisa parar de cuidar da higiene oral. A saúde bucal é de importância comum para todos em todas as idades.

O idoso agora está dando vez ao famoso “jovem da terceira idade”, que se preocupa com sua estética, com seu corpo e principalmente com seu sorriso.

A falta de dentes ainda é o problema mais comum que pessoas dessa idade sofrem. Uma prótese mal desenvolvida pode fazer mal e atrapalhar o bem estar da pessoa. Ter medo de sorrir ou simplesmente falar para evitar algum constrangimento é uma coisa que nem deveríamos pensar que pudesse acontecer. Porém em alguns casos de alguma deformação da prótese, isso ocorre.

Por isso é muito importante e todo Cirurgião Dentista afirma que cuidar da higiene oral é fundamental. Durante toda a sua vida, todos os dias! Isso ajudará futuramente em evitar a perda de dentes, a causa mais comum dela é a Doença Periodontal, que muitas pessoas possuem mas ela passa tão despercebida que alguns morrem sem ter conhecimento dela.

Essa doença causa uma perda óssea e como consequência disso faz com que a pessoa perca os dentes. Mas ela tem tratamento e pode ser curada com o cuidado adequado.

Quando o assunto é a perda de dentes, você que é mais novo deve se preocupar com seu futuro e dar o verdadeiro valor a sua saúde bucal. Mas se você é mais velho e utiliza alguma prótese, saiba que também é preciso cuidar dela, lavar bem, higienizá-la para ter um belo sorriso e conseguir viver com o bem estar elevado.

Se você não conhece o nosso trabalho, somos a Clínica Ichiban. Entre em nosso site, conheça nossos tratamentos estéticos odontológicos e agende sua consulta.

https://www.clinicaichiban.com.br/

Até a próxima,

Clínica Ichiban

Saiba a importância de motivar uma melhor escovação

Quando você vai ao dentista ele sempre pergunta quantas vezes por dia você escova o dente, se você passa fio dental regularmente, se usa enxaguante bucal, se usa o aparelho dentário corretamente?

Ele faz todas essas perguntas por uma razão, ele quer o melhor da sua dentição. É essencial que o profissional se envolva, ele precisa explicar a importância da higiene oral e saúde a seus pacientes e como fazê-la corretamente.

O profissional vai indicar o perfil do paciente, quais são seus problemas e características do caso para poder realizar o melhor tratamento.

Existem algumas dicas para uma melhor escovação que todos os dentistas dão!

 

Escolher a escova de dentes ideal

A mais bonita não é sempre a melhor escolha. As mais macias são as melhores para não machucar sua gengiva, preste atenção na textura e qualidade das cerdas. Ela precisa chegar nos cantinhos mais escondidos da sua boca, então não escolha uma escova com a cabeça muito grande.

 

Qual o melhor creme dental?

Certifique que o creme dental que você irá comprar tenha flúor, ele é ótimo para o controle de CÁRIES. Além do que todos querem, Hálito fresco e dentes brancos. Não adianta nada colocar mais creme na escova, isso não deixa seus dentes mais brancos.

 

Maneira correta de se escovar os dentes

Quais são os cuidados que devo ter com meus dentes para uma melhor escovação? Uma dica preciosa é dividir sua boca em 4 partes, superior direito e esquerdo e inferior direito e esquerdo. Passar 30 segundos escovando cada uma das partes é o ideal, com uma força controlada para não machucar sua gengiva. Não se esqueça de escovar a língua!

 

Use fio dental todos os dias

Sabe aquela carne que ficou presa em um dente lá do fundo da sua boca? Para removê-la e para melhor limpeza de seus dentes, o fio dental é necessário. Nunca utilize a mesma parte do fio para limpar lugares diferentes e não pressione muito para não machucar a gengiva, a principal função dele é evitar o acúmulo da placa bacteriana.

 

Enxaguante bucal é importante para finalizar

Ele é considerado como “toque final” para uma escovação perfeita. Escolha algum que contenha flúor em sua fórmula e faça bastante bochecho e gargarejo. Muito cuidado para não engolir! O ideal é que crianças não utilizem sem a supervisão de um adulto.

Essas dicas que os dentistas dão para motivar uma melhor escovação são muito importantes para a sua saúde dentária. Motivá-las é essencial para que o paciente não se esqueça delas, pois temos que admitir que às vezes esquecemos de passar o fio dental ou usar o enxaguante bucal, não é mesmo?

A prevenção de doenças, má formação dos dentes, mau hálito, são todos problemas que podem ser resolvidos com uma melhor escovação. Espero que você tenha entendido sua importância e que esteja motivado para fazer uma boa limpeza bucal todos os dias!

 

Agende sua consulta online pelo link:

https://www.clinicaichiban.com.br/agendamento/

Aguardamos o seu contato,

Clínica Ichiban

Mitos e verdades sobre o flúor na Odontopediatria

Primeiramente, você sabe o que é flúor? Flúor é um elemento químico mineral natural encontrado em toda crosta terrestre. Ele tem função oxidante e um alto poder corrosivo e é adicionado em PEQUENA CONCENTRAÇÕES NA ÁGUA DE ABASTECIMENTO PÚBLICO  e nos cremes dentais pois é um grande preventivo contra a cárie.

Ele também é encontrado em alguns alimentos como verduras, legumes e proteínas, o peixe é um exemplo de alimento com bastante flúor.

Mesmo tão presente na vida dos dentistas e dos pais das crianças, o flúor na Odontopediatria ainda traz algumas dúvidas.

O Flúor faz bem para a saúde bucal das crianças e adolescentes?

Sim, ele é muito benéfico para a prevenção de cáries se for utilizado na dosagem correta. Ele trabalha nos processos de desmineralização e remineralização que ocorrem na boca e além disso, auxilia a endurecer o esmalte dos dentes permanentes que já nasceram.

As crianças podem utilizar cremes dentais e enxaguantes bucais?

Você que é pai ou mãe deve ter muito cuidado pois a criança ainda não tem muito controle com a deglutição (ato de engolir). O mais indicado para as crianças é uma quantidade de 0,3g, o equivalente a um grão de arroz. Desta forma, sempre com um adulto por perto, a quantidade é correta para continuar com a prevenção anticárie.

 

O flúor previne cáries?

Ele é ótimo elemento na prevenção delas. Porém, a escovação remove a placa bacteriana juntamente com a utilização do fio dental. Essa soma de fatores é o que ajuda a combater a cárie.

 

O uso do flúor pode trazer riscos à saúde da criança e do adolescente?

É preciso ter muito cuidado com ele. O uso exagerado pode causar intoxicação aguda e caso a criança engula muito o flúor no período de crescimento dos dentes, pode acontecer o que é chamado de fluorose dental. Que é uma doença que interfere no crescimento do dente esteticamente e estruturalmente.

 

É necessário o dentista fazer aplicação de flúor periodicamente?

O dentista faz sim a aplicação de flúor na consulta médica para complementar os benefícios dele e fortalecer os dentes.

Com esses mitos e verdades sobre o flúor na Odontopediatria você pode concluir que o elemento químico é benéfico para o desenvolvimento dental da criança e do adolescente.

Utilizado com controle dos pais, sem exagero, e somado com uma boa escovação, a prevenção contra as cáries está no caminho certo. Espero ter tirado todas as suas dúvidas!

Estamos te esperando,

Clínica Ichiban

Dentista em Londrina | Clínica Ichiban | Precisão Oriental em Odontologia

Tipos de aparelhos dentais: diferenças e indicações

É dito e feito, a maioria das pessoas que entra em um consultório com a suspeita de usar aparelho nos dentes é: “Quando? Fixo ou móvel? Tem colorido?”, mas depois que passa a novidade e uma possível empolgação, a dúvida seguinte é se vai tirar logo. Você ou alguém que você conhece, certamente já utilizou essa maneira de corrigir os dentes, mas você sabe quais os tipos de aparelhos dentais que existem?

 

Vamos expor aqui um pouquinho do universo ortodôntico para explicar os mais comuns. No geral, eles são divididos em fixos, quando não é possível retirá-los, e móveis, quando eles podem ser removidos em momentos específicos do dia. Mas ainda existem outras especificações com relação aos tipos de aparelhos dentais. Acompanhe no artigo:

 

Tipos de aparelhos dentais

Utilizamos acima a palavra “ortodôntico” porque são os mais comuns e realizam pequenas movimentações dentárias, mas também existem os ortopédicos, utilizados nas correções de alterações ósseas de crescimento.

 

Aparelhos ortopédicos: são colocados em crianças e adolescentes durante a fase de crescimento, inibindo ou estimulando o desenvolvimento dos ossos, ou ainda, redirecionando uma tendência de crescimento desfavorável. São contra-indicados para adultos, porque já passaram da fase de crescimento.

 

Aparelhos fixos: são compostos por bráquetes que podem ser metálicos, plásticos ou de porcelana, que suportam o arco metálico. Esse tipo de aparelho entre os dentes superiores e inferiores causam um melhor engrenamento e alinhamento, proporcionando um sorriso equilibrado.

 

Aparelhos móveis: movimentam mais lentamente os dentes e de maneira bastante limitada. Não são recomendados para todos os casos.

 

Aparelho lingual: existem aquelas pessoas que não querem de jeito nenhum que o aparelho apareça, então existem algumas possibilidades mais estéticas, porém, não são recomendadas para todos os casos. No aparelho lingual, por exemplo, os braquetes ficam na parte interna dos dentes, o que não interfere no visual do sorriso. Porém, por estar em contato direto com a língua, ele exige um tempo maior de adaptação. Geralmente, é indicado para tratamentos mais rápidos e menos complexos.

 

Autoligável: sabe as famosas borrachinhas do aparelho fixo tradicional? Não existem nesse. Ele possui uma tecnologia que segura o fio que liga os braquetes. E melhor ainda, diminui consideravelmente o tempo do tratamento, já que é mais eficiente, além de contribuir para a higiene. Sem as borrachas, a limpeza é facilitada.

 

Alinhador: esse é um dos tipos de aparelhos dentais mais comuns, que unem estética e funcionalidade. É removível e transparente, praticamente imperceptível no sorriso. As placas são desenvolvidas de acordo com a arcada dentária de cada paciente e faz uma movimentação gradual dos dentes até que o resultado seja alcançado.

 

Esses são alguns dos tipos de aparelhos dentais mais famosos, mas existem muitos outros que são escolhidos pelo dentista para cada caso. Lembrando que é muito difícil prever quanto tempo dura um tratamento, porque depende de vários fatores como resposta biológica do organismo, tipo de má oclusão, tipo de aparelho indicado e colaboração do paciente.

 

É importante procurar um profissional de confiança e, claro, comparecer em todas as consultas de manutenção. E se quiser saber mais sobre os tipos de aparelhos dentais, entre em contato conosco e agende uma avaliação. Temos excelentes profissionais para te atender! Clique aqui!

 

Abraços,

 

Clínica Ichiban